QUEM SOMOS

A FENACOM – Federação Nacional dos Comunicadores, é uma associação civil, sem fins lucrativos, com autonomia política, administrativa, patrimonial e financeira, de âmbito nacional, de duração indeterminada, fundada em 07 (sete) de setembro de 2016, com sede na cidade de Brasília, Distrito Federal com foro na Capital Federal da República Federativa do Brasil e em todas as cidades sedes de Associações filiadas à Federação, e com base territorial em todo o território nacional, regendo-se por Estatuto próprio e pelas disposições legais aplicáveis.

A FENACOM é uma entidade democrática, sem caráter religioso nem político-partidário, independente em relação ao Estado e às entidades sindicais, à todos os órgãos do Poder Público federal, estadual ou municipal, tendo personalidade jurídica distinta dos seus filiados.

A FEDERAÇÃO NACIONAL DOS COMUNICADORES DO BRASIL – FENACOM é uma entidade que representa em nível nacional todas as associações dos profissionais da área de comunicação, nos seus interesses profissionais, propostas, desafios, lutas e reivindicações dos seus afiliados que por ela optarem ser representados.

A FENACOM representa os comunicadores?

Estão inseridos como profissionais da área de comunicação que podem, se assim quiserem, ser representados pela FENACOM, através de suas respectivas associações, as seguintes atividades:

a) Apresentador de rádio e televisão e internet, inclusive os “âncoras” e outros apresentadores congêneres e assemelhados;

b) Comentarista de rádio e televisão, de jornal eletrônico (internet), incluindo comentarista político, comentarista econômico, comentarista cultural, comentarista esportivo, comentarista de moda, comentarista literário e outros comentaristas congêneres e assemelhados;

c) Locutor de rádio, televisão e internet, locutor de chamadas (promocionais e institucionais); locutor de notícias; locutor de telejornal; locutor de jornal eletrônico (internet), locutor esportivo; locutor noticiarista; locutor publicitário, locutor comercial, locutor operador, “disc-jockey” e outros locutores congêneres e assemelhados;

d) Narrador em programas de rádio, televisão e internet, narrador esportivo, e outros narradores congêneres e assemelhados;

e) Repórter de rádio, repórter de televisão, repórter de jornal eletrônico (internet), repórter policial, repórter esportivo, repórter cultural, repórter cinematográfico, e outros repórteres congêneres e assemelhados;

f) Assessor de Imprensa;

g) Jornalista, inclusive Assistente de editorial; Colunista; Colunista de jornal; Correspondente de jornal; Correspondente de línguas estrangeiras; Cronista; Radio/jornalista e outros congêneres e assemelhados;

h) Profissionais de jornalismo impresso e eletrônico, tais como: diretor de redação, inclusive adjunto, editor e editor assistente, editor de arte; editor de fotografia; editor de imagem; editor de rádio; editor de web; Editor executivo. Roteiristas, produtor e/ou revisor de texto e outros congêneres e assemelhados.